Guerra entre forró e sertanejo é mais que modismo x tradição
20/06/2017 - 8h46 em Notícias

Parece ter chegado ao ápice uma disputa que vem se desenrolando há alguns anos, todo mês de junho, no Nordeste. Mais do que em qualquer outra região do país, a época é de festa em Estados como Sergipe, Pernambuco e Paraíba – os dois últimos concorrem pelo título de maior São João do Brasil, se o de Campina Grande (PB) ou o de Caruaru (PE). Neste ano, a briga entre as duas cidades ficou pálida diante da guerra que se escancarou entre sertanejos, grupo que vem tomando os palcos nordestinos neste período, e os forrozeiros, representantes de um gênero que há décadas domina os festejos juninos.O debate, incendiado por uma campanha na internet em que adeptos de um São João de raiz pedem o fim da invasão bárbara de sertanejos, vai além da oposição entre o que é tradição e o que é novidade – velho conhecido do mercado fonográfico, em que reina pelo menos desde o início da década, quando deixou para trás a axé music, o pop e a música romântica, o sertanejo neste contexto representa o novo, já que o São João sempre foi reduto do forró.

Fonte:Veja

 

COMENTÁRIOS

Av. Tiradentes, 17 altos - Centro - Croatá/CE

Telefone: (88) 9-9274-3594 / 9-9940-3140

CNPJ : 35.030.493/0001-97